Olá, seja bem vindo ao Sistema ELITE. Indique este site
Quinta-feira, 18 de setembro de 2014 - Boa noite!

Institucional

Unidade Belém

De volta à Belém!

Fundado em setembro de 1996, por engenheiros aeronáuticos do (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), motivados pela vontade de destruir o absurdo mito de que estudantes paraenses não conseguiam bom desempenho em vestibulares nacionais como ITA, USP e UNICAMP, o Sistema ELITE de Ensino surge em Belém com o Colégio Titular. As ações criadas e desenvolvidas em Belém serviram como base para a consolidação da Metodologia do Sistema Elite de Ensino - que hoje atua com mais de 15 unidades em todo o Brasil – tendo como diretriz básica a excelência em todas as áreas da educação onde atua (www.sistemaelite.com.br).

 

Em 1997, devido ao resultado positivo de 96, o Elite inicia o ano com 100 alunos matriculados em turmas preparatórias para vestibulares. O desafio, naquele momento, era quebrar os limites que impregnavam a cabeça daqueles jovens com o derrotismo, pois determinados a prestarem vestibulares difíceis, acreditavam que não mais que 1 ou 2 do Pará obteriam êxito, fato reforçado pelos resultados que historicamente impunham esta barreira psicológica.

 

Filhos de donos das maiores escolas de Belém, que ofereciam cursos preparatórios para tais concursos iam se preparar em outros estados, confirmando a crença de que estudando aqui não teriam chance!

 

No final de 97, o Elite quebra todos os recordes de aprovação do Pará nestes vestibulares e inicia 98 com 400 alunos. Daí em diante, percebe-se que a base do aluno era fundamental para o sucesso, e que o quão antes isso fosse atacado, mais fácil seria a adequação dos alunos à nova metodologia que estava nascendo. Por isso, era necessário criar uma escola própria, criar uma base própria para que pudesse ser desenvolvida a Metodologia do Sistema Elite de Ensino.

 

Assim, em meados de 1998, a mesma metodologia que era utilizada pelo Colégio Titular, expandiu-se para outras regiões do país. Estava criado o Sistema Elite de Ensino, filosoficamente estruturado em um método de educação forte, robusto, profundo e com o objetivo de implementar os mesmos valores em todas as unidades do Elite.

 

Ainda em 98, intencionado a provar aos alunos que o aparente impossível poderia ser possível, o Elite trouxe para o Pará as Olimpíadas Brasileiras de Matemática, sem contar com o apoio dos órgãos públicos competentes, realizou sob sua responsabilidade, a I Olimpíada Brasileira de Astronomia que culminou com a ida de 5 estudantes brasileiros à Rússia (3 paraenses, 2 alunos do Elite) para representar o Brasil na III Olimpíada Internacional de Astronomia.

 

Em 1998 o Elite conquista para o Pará a maior aprovação histórica no vestibular do ITA (10 das 120 vagas para todo o Brasil) colocando o Pará como a maior aprovação per capita do país no concurso, bem à frente de Rio de Janeiro e São Paulo. No mesmo ano um aluno do Elite conquista o 1º Lugar Geral do Brasil no vestibular da Academia da Força Aérea, concorrendo com mais de 10.000 candidatos de todo o país. No Pará, os resultados também são fantásticos. O colégio obtém expressivas aprovações na UFPA, UEPA e UNAMA.

 

Em 1999, o Elite é a primeira escola fora do estado de São Paulo a participar da Olimpíada de Física organizada pelo CDCC-USP. Ajuda também a coordenar a I Olimpíada Brasileira de Informática em parceria com a UNICAMP, assumindo a coordenação geral para toda a região Norte.

 

Em 2001 um aluno do Elite conquista pela primeira vez para o Pará o 1º Lugar Geral do Brasil no vestibular da Escola Naval, concorrendo com mais de 5.000 candidatos de todo o país. Dois alunos do Elite se destacam entre quase 60.000 estudantes e são escolhidos para representar o Brasil na Olimpíada Ibero-americana de Física na Bolívia. Neste evento, eles conquistam para o Brasil uma medalha de ouro e uma de bronze, os melhores resultados obtidos por nosso país na história do evento. Em paralelo, 4 estudantes do Elite conquistam duas medalhas de bronze e duas menções honrosas na Olimpíada Brasileira de Matemática, a maior premiação que uma escola recebeu na competição em todo o país. Ainda em 2001 o Elite é escolhido para representar o Brasil no comitê internacional para a Olimpíada de Biologia, ficando responsável pela sua implementação no Brasil.

 

Em 2004 o Elite consolidando sua excelência em todo o Brasil, concorre e vence uma licitação no Pará para prestar serviços educacionais para empresas vinculadas à VALE (ALBRAS, ALUNORTE e outras). Desde então nasceu a Unidade Vila dos Cabanos, maior unidade do Sistema, educando da Creche à Pós-Graduação. Alunos que nunca sonharam em ser aprovados para vestibulares nacionais como EPCAR, Colégio Naval, AFA, Escola Naval e IME, estudando na Vila dos Cabanos, hoje conquistam seus objetivos, percebendo que são capazes, bastando para tanto, encarar seus desafios com responsabilidade e confiança.

 

Quando o Colégio Titular atuava em Belém , utilizando a metodologia ELITE, nosso estado figurava como destaque em vestibulares nacionais de alto nível. 1o Lugar Geral na AFA em 1998, 1o Lugar Geral na escola Naval em 2000, maior aprovação percentual no IME e no ITA em 1999 e 2000 são algumas das expressivas vitórias do nosso povo. Após o encerramento das atividades do Colégio Titular nossos alunos ficaram sem opção de preparação adequada, resultando em resultados pouco expressivos, como as únicas três aprovações no IME em 2008, sendo que 2 alunos se prepararam sozinhos.

 

Porém a partir de 2009 o Sistema ELITE de Ensino, que se inspirou nas ações do Colégio Titular, abre Unidade própria em Belém. Certamente nosso estado voltará a ser destaque na educação nacional.